Subscreva a nossa newsletter e receba as últimas novidades no seu email.

logo CEGAA

SFbBox by PSD-Loft.com Website

Venda de automóveis caiu 54% face a 2010

As vendas de automóveis em Portugal cresceram 12% em 2013 face a 2012. Contudo, a comparação pode levar os menos atentos ao setor automóvel a conclusões precipitadas sobre a retoma do sector.

Com efeito, 2012 foi o pior ano em duas décadas para o setor automóvel e quando um mercado “bate” no fundo, qualquer melhoria tem um impacto percentual grande.


A ARAN fez, aliás, as contas (ver quadro em anexo) e concluiu que 2012 é o único ano dos últimos cinco em que 2013 fica a ganhar na comparação. Já na comparação com 2010 (e 2008), os cerca de 125 mil veículos matriculados em 2013 são menos de metade, mais concretamente menos 54%. O presidente da ARAN, António Teixeira Lopes, avisa, por isso, que “ou o mercado automóvel nacional alcança, brevemente, os números de 2010 ou as empresas que se dedicam à venda não conseguem qualquer recuperação”.


Os operadores do setor têm consciência de que os volumes atingidos pelo mercado automóvel português em 2000 e 2001 (a rondar as 400 mil unidades), dificilmente voltarão a repetir-se, mas os valores de 2010 (cerca de 270 mil viaturas) terão de voltar a registar-se, a bem da economia nacional e dos milhares de empregos que o setor automóvel gera em Portugal.